[1° Verso: Mauricio DTS]
Sim; pra barrar o Judas, sensor e radares, milhões e milhares
Por trás dos olhares vi e vejo hienas andando aos pares
Poderia mas não vou mentir, omitir
O que vi, alimenta o ódio mano vai por mim
Mesmo assim não multiplico ou carrego esse ódio da vida
Tomei um drink com o cão entendi a revolta e curei as feridas
Sei que pode parecer controverso falar de amor e de ódio no mesmo universo
Abaixa o fura, controla a loucura e segura esse manifesto...
Vai, faz, se for capaz, sem leva e traz
O rap nunca combinou com farda Rapaz
Não me matou quando teve a chance
Com o seu rifle de longo alcance
A rua, nunca termina em romance
Verme maldito não vai ter revanche
O nosso rap é o som da massa
E a lei quando escuta embaça
Me querem suave mas não suavizam
E na noite atiram de graça
Ooh! Eu tô ligado que o que eu falo incomoda mesmo
É meu papel jão, não vai entrar em desespero
Que seja assim pra quem chegar a ideia continua
4.0 faculdade magistrado rua [Refrão: Mauricio DTS]
Sem drama; só entende o meu brilho quem me viu na lama
Bala nos puto que me odeia e amor pra quem me ama...
Quem está; gangsta; nóis que tá; pode pá
Quem viveu e vive viverá histórias pra contar
Sem drama; só entende o meu brilho quem me viu na lama
Bala nos puto que me odeia e amor pra quem me ama...
Quem está; gangsta; nóis que tá; pode pá
Quem viveu e vive viverá histórias pra contar[2° Verso: Spinardi]
Regado de meu suor, sou novo capítulo do enredo da trama
Minhas emoções pessoais, eu deixei apenas pra aquela que divide minha cama
E nada comigo na lama, escute o amante do drama com o escudo no norte
Eu ando tão calmo e o coração gelado que a minha frieza é a mesma de “The White Walker”
Senhor por favor, só escute minha prece
A lei do retorno é a única que nunca falhou (há), que nunca me esquece (e nem)
Tudo me desce Mauricio me viu com a feição que carrega os lugares
Talvez eu não tivesse aguentado a pressão do momento, aquela que me traz os olhares
Em pares, racistas se escondem por todos os cantos
Não escute apenas a razão da barata que invade sua casa e de famílias em prantos
Um gole pro santo e mesmo que não tenha me sobrado um pedaço de pão
Veja que ainda agradeço, um beijo no terço e ainda vivo do dom[Gancho: Spinardi]
Repare nos enigmas…
Persistindo estamos aqui…
Te mostro como é que faz
E mesmo assim não viu crescimento nascer…[Refrão: Mauricio DTS]
Sem drama; só entende o meu brilho quem me viu na lama
Bala nos puto que me odeia e amor pra quem me ama...
Quem está; gangsta; nóis que tá; pode pá
Quem viveu e vive viverá histórias pra contar
Sem drama; só entende o meu brilho quem me viu na lama
Bala nos puto que me odeia e amor pra quem me ama...
Quem está; gangsta; nóis que tá; pode pá
Quem viveu e vive viverá histórias pra contar

Many companies use our lyrics and we improve the music industry on the internet just to bring you your favorite music, daily we add many, stay and enjoy.