[Amon Poeta]
No role de CG com dinheiro no bolso
Incomum pros covardes
Mais um preto vencendo com suor do esforço
Nesse mundo não cabe
Cheio de joia no corpo, é uma afronta pros porco
Burguesia se dói
Dividir o mesmo espaço com quem vem do gueto
É o vislumbre a derrota do herói
Poderosa e minha mãe que criou todos os filhos
Sozinha sem ajuda de macho
Quantas iguais a ela visitando cela do filho forjado no enquadro?!
Quantos iguais a mim que podia tá ganhando a vida hoje em cima de um palco?!
Mas aqui ninguém vive de sonho
Não é segredo nascemos culpados
Quem vem de onde nois vem desperta tendo o mundo como adversário
Crime é acesso, lucro e protesto, se minto te peco me prove o contrario [Aksel]
Mais uma vez são
Pólvoras sobre roupas
Roupas sobre corpos
Mortos pelos porcos
Pagos pelos porcos
De lá da central
Trágico, por fuma baseado
Tô sendo acusado de financia o
Trafico
Baseado nos fatos sabemos de fato
Quem é o fornecedor
E quem é o merecedor?
Alvejado por ser pobre
Estereotipo de cor
A quebrada consome a droga
Guardada em fazenda de senador
E quem que segura a dor
Da mãe que perdeu o filho
Que o policial mato
Policia e milícia
É raça que próprio Estado criou
Cavalo de Troia e a escoria
Da historia
Que o nosso pais sempre passou
E meu povo cego
Cobertos de fome de ego
Elege o demônio e seu sucessor
[Khal Dias]
Pode ser o contrario se o itinerário não é como o meu
Se o lugar que vive não esquece as raízes nem trata fardado como que um Deus
Coitado dos meus, coitado dos seus, povo que provem do gueto
Ao lado do medo e de quem tem o dedo ativado pra matar plebeu
Corporação engessada, auto programada pra corrupção
Que enxerga no negro a face perfeita das informações ditas na descrição
Resquício da escravidão com gás de pimenta e choque
Herança do navio negreiro cenário com cheiro de morte[Lagrotta]
Quando vejo o carro chegar, já logo olho pro teto
Não pra saber se é solar, é que eu odeio verme perto
Eu tô ligeiro no olhar e só correndo pelo certo
Sistema que faz pirar e ainda proíbe meu remédio
Então é fumaça pro ar, foda se os seus critérios, viemos pra confrontar, o seu pensamento velho
Então comece a escutar e levar isso aqui a serio senão pego a minha pá pra te trombar no cemitério, calma que é pra nois planta, é que o solo lá e fértil, sua cabeça enterrar, já que se fala e pelo médio
Espaço é o que vai faltar, ate plantei tudo reto só que vocês só falam bosta eu vou ter que erguer um prédio
Se despista olha a policia, instalando o terror
Foi prender o trampo dos outros , apanhou do camelo , o por favor seu cuzão não mexa com o trabalhador, eu quero ver cumprir mandato de burguês e senador

Many companies use our lyrics and we improve the music industry on the internet just to bring you your favorite music, daily we add many, stay and enjoy.